11.04.2018

DE LÍRIOS SE FIZERAM ROSAS





DE LÍRIOS SE FIZERAM ROSAS



Tal brota uma rosa sobre espinhos
Assim é minh’amada entr’as demais
Que, ao cruzarem-se, nossos destinos
Os olhos do coração soltaram ais. 
Abriram novas sendas, novos caminhos
Pintaram noutras cores, o arco-íris 
Pétalas coloridas foram lírios 
No rumor das brisas soaram jograis. 


Seus enganos sublimes (inocentes)
Ensinara-me a espera sem desespero; 
Suas demoras foram puro esmero
Que torna as rotinas bem diferentes, 
Já que antes apenas tédio eram…  

– Amantes amam, mesmo se só esperam!

Joaquim Maria Castanho

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue