2.16.2017

CANTO DO MOMENTO MÁGICO




CANTO DO MOMENTO MÁGICO

Já aconteci alma ansiosa
Sob tuas pálpebras descidas,
Perdidas em linhas de prosa
Poesia nas faces floridas
(Derme de cetim nacarado)
Onde sentir se sente ledo
Perfeito, belo, cuidado
Sempre se demasiado cedo
Tão natural se tarde mais, 
Que o presente é um segredo
Entre tempos, entre umbrais
Entre colunas de Salomão, 
Tão fraternas e tão iguais
Que são a sublime perfeição, 
Conforme cantam os jograis…

Joaquim Maria Castanho

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue