5.02.2017

FAZER O TEMPO




FAZER... O ...TEMPO

Pra que sejamos o etc. & tal
Dos três pontos entre o bem… e o mal, 
Ainda que o rio corra agitado
Temos que avançar prò outro lado; 
Que só lá, naquela avistada margem
Nossos sonhos deixam de ser miragem
E passam a fazer parte integrante, 
Qual ritmo e batida, desse pulsar
Que é nuclear a cada instante. 
Que o tempo também tem um coração
Seu órgão vital, modelo ou matriz, 
E se dou a volta ao quarteirão
Para te ver, mas falho por um triz
Foi porqu'ele quis e não quis, e em vão
Vi e não vi, que seu ser fui eu que o fiz. 

Joaquim Maria Castanho 

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue