11.06.2019

SONHO EM FLOR




COM O SONHO À FLOR DAS PÁLBEBRAS

Teus olhos feiticeiros
Fugidios ind'agora
Atiram sempre certeiros
S'os meus querem demora.
Não com pedras nem com setas,
Nem promessas, nem pedidos,
Sim com certezas concretas
Com'as dos prados floridos
Prò sol inventar sementes
Pra cultivar os sentidos,
Tão presos e tão contentes
Que só nos dizem escondidos.
Que só nos cantam calados...
Se sonham que são sonhados!


Joaquim Maria Castanho
Com foto de Elie Andrade

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue