2.03.2017

APELO ININTERRUPTO




APELO ININTERRUPTO 

Começo o dia a pensar em ti
E nunca mudo de registo, 
Que quando agora é aqui
Todo sonho nasce do visto 
(Como do recordado, também, 
Feito aparição que se quer, 
Onde o rosto de mais ninguém
É tido e visto por de mulher…)

Começo que persegue o ontem
Pra repetir-se no futuro, 
Aonde nem as nuvens notem
Meu olhar no teu, tenso e puro, 
Requerendo-o plo infinito
Que há na urgência dum grito!

Joaquim Maria Castanho

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue