1.27.2017

SENTIMENTO UNIVERSAL




SENTIMENTO UNIVERSAL 

Como uma estátua, no pedestal
Minha Musa organiza no caos
Coisas que a humanidade usa 
Pra fazer as limpezas das naus
Desta navegação infinita
Que é garimpar os sentimentos
Com que o sonho, pepita a pepita, 
Edifica tesouros e momentos
Em que acredita e a faz plural, 
E lhe dita o sentir universal… 

E mais ainda, a silhueta linda
Duma fada pla luz absorvida, 
Perante essa centelha infinda
Da amizade, que é sol da vida!

Joaquim Maria Castanho

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue