12.04.2016

A FONTE DO SENTIR




A FONTE DO SENTIR 

Tão breve como se um microssegundo…
Tão imediato como só um repente… 
Tão valioso como todo o ouro do mundo…  
Tão intenso como um metal fulgente
Foi, e é esse instante contigo perto
Que, por certo, viveria assaz contente
Ainda que fosse num cruel deserto
Entre agruras mil, e sob mil tormentos… 
Que a felicidade nasce do sentir
Começado quando te vejo, assim 
Real, gesto e palavra, em ser, em devir
Como se o tempo nunca tivesse fim, 
E fosse unicamente esses momentos
Contigo, fonte de todos os sentimentos! 

Joaquim Maria Castanho 

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue