4.18.2018

A DESCARADA FLOR




A FLOR DESCARADA

Procura devagar
Até encontrar
Entre sombras, ali
A residente flor.  
É a que escolhi.
E embora sem par
Seja, das do lugar
Símbolo de amor. 
De alva pureza,
Amistosa na cor... 

– Mas a sua beleza
'Tá em não ter pudor!

Joaquim Maria Castanho 
(Foto: Beluxa Gto)

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue