4.02.2017

TOSSE DE INANNA




A TOSSE DE INANNA 

Quem foi a bela
Que tão belamente tossiu? 
E, porque sendo ela
Assim, tão bela
Ninguém mais a ouviu 
– Como eu ouvi?

E eis que a tosse se repete… 
De uma vez até sete. 
Então, de imediato a reconheci. 

– É Inanna –, digo aqui.  
E a tosse fugiu!

Joaquim Maria Castanho

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue