9.29.2016

À JANELA, COM SHAKESPEARE




À JANELA, COM SHAKESPEARE 

A conta lançou abanão 
No orçamento da pobreza, 
Ond’o Dr., indabenão 
Põe máscaras à despesa. 

Pra uns, é investimento; 
Pra outros, necessidade. 
Contudo, eu argumento
Ser só fuga à verdade. 

Porque isto de pôr nome
A que muito bem se sabe,   
Até dá fomes à fome 
Antes ca taxa s’acabe. 

Joaquim Maria Castanho


Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue