6.11.2015

O PÃO DA MENTIRA



no dia em que li O PÃO
DA MENTIRA, foi um dia assim:
e ainda tinha o livro na mão
e alguém reparou em mim.


Joaquim Castanho

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue