2.15.2012


Prémio António Alçada Baptista

O Prémio António Alçada Baptista destinado a obras de carácter autobiográfico e memorialístico foi atribuído por unanimidade ao escritor, musicólogo e radialista António Cartaxo, pelo seu livro de memórias “Quase Verdade como São Memórias”, editado pela Colibri. O júri foi constituído por António Torrado, José Jorge Letria e João Lourenço, que consideraram esta obra merecedora da distinção pela sua qualidade literária e de testemunho cultural e social.

Este prémio foi criado para homenagear António Alçada Baptista, que foi membro da Direcção da SPA e se destacou também no domínio literário que este galardão consagra. É a primeira vez que o prémio com o valor pecuniário de 2.000 euros é atribuído, mantendo-se a sua periodicidade anual e sendo o regulamento consultável junto dos serviços da SPA. Oportunamente será anunciada a data da entrega do prémio a António Cartaxo.

Lisboa, 10 de Fevereiro de 2012

Para mais informações http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1294

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue