2.18.2009

O PROFESSOR DE DARWIN
Teatro A Barraca


Em 2009 celebram-se os 200 anos do nascimento de DARWIN e os 150 anos da publicação da sua Teoria da Evolução das Espécies.
Este “Ano de Darwin” está a ser comemorado em toda a parte do mundo com exposições, espectáculos, conferências, concursos académicos, etc.
A BARRACA também participa nestas comemorações.
O Professor de Darwin de Hélder Costa apresenta ao público o professor John Henslow de importantíssima influência na formação do jovem Charles Darwin e a tertúlia que ele organizou na Universidade de Cambridge, berço de brilhantes cientistas e filósofos ingleses e irlandeses do século XIX.
Ao lado deste foco sobre a importância do trabalho pedagógico na formação dos alunos, a peça debruça-se sobre temas universais como esclavagismo, racismo e nazismo, e também aborda o debate actual entre ciência e criacionismo.
É um espectáculo que utiliza a poesia, a música e o humor para uma comunicação mais directa e lúdica com o público.
Representado por uma actriz e dois actores, tem a duração de 1 hora.


Ficha Técnica
Texto, encenação, espaço cénico, cartaz HÉLDER COSTA
Elenco Sérgio Moras, Sérgio Moura Afonso, Susana Costa
Luz e Som José Carlos Pontes
Guarda-roupa Inna Siryk
Produção Inês Aboim
Relações Públicas Elsa Lourenço
Secretariado Maria Navarro

Direcção de Cena Daniela Fernandes
Audiovisuais Jorge Martins, Paulo Baía, Pedro Antunes
Electricistas de Cena João Galvão, Jorge Gonçalves, Luís Fradique
Maquinistas de Cena Fernando Madeira, Luís Filipe, Luís Torres, Ricardo Rosa, Victor Pereira

Fundação Calouste Gulbenkian
Auditório 3
às 15 horas, dias 21 de Fevereiro, 14 de Março, 28 de Março, 4 de Abril, 9 de Maio
Informações: darwin@gulbenkian.pt
Telf. 217823525

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue