8.20.2008


“OS VERDES” QUEREM GARANTIAS DO MINISTRO DA CULTURA SOBRE SONDAGENS ARQUEOLÓGICAS NO VALE DO SABOR


O Partido Ecologista “Os Verdes” considera que a posição do Ministro da Cultura no caso das sondagens arqueológicas prévias à construção da Barragem do Sabor vai permitir clarificar os interesses que este defende; os da EDP ou os do Património Arqueológico e Cultural do País.

Para “Os Verdes”, é escandaloso e inaceitável que a tutela da cultura possa vir a dar o aval à EDP no sentido de restringir as sondagens arqueológicas no Vale do Sabor às previstas no acompanhamento da obra.
.

Para o PEV a vontade de eliminar as sondagens arqueológicas prévias à obra demonstra o receio da EDP e do Governo em encontrar património de grande valor arqueológico, o que não seria aliás nenhuma surpresa tendo em conta os vestígios patrimoniais já detectados aquando da realização do Estudo de Impacte Ambiental (EIA) e vem dar razão a todos quanto protestaram e se opuseram à construção de uma barragem no Vale do Sabor.


“Os Verdes” aguardam a clarificação da posição da tutela face às intenções da EDP e anunciam desde já que exigirão explicações em sede Parlamentar ao Ministro da Cultura caso este permita à EDP fugir à realização de sondagens arqueológicas prévias ao inicio da obra, dando assim cobertura a um acto de profundo desprezo pelo aprofundamento do conhecimento e salvaguarda do nosso património cultural.

O Partido Ecologista “Os Verdes”

O Gabinete de Imprensa de “Os Verdes”
(T: 213 919 642 - F: 213 917 424 – TM: 917 462 769 -
imprensa.verdes@pev.parlamento.pt)
www.osverdes.pt

Lisboa, 19 de Agosto de 2008

Sem comentários:

La vida es un tango y el que no baila es un tonto

La vida es un tango y el que no baila es un tonto
Dos calhaus da memória ao empedernido dos tempos

Onde a liquidez da água livre

Onde a liquidez da água livre
Também pode alcançar o céu

Arquivo do blogue